Davincci Lourenço de Almeida tem “um parafuso a menos” diz deputado Celso Russomanno

O deputado federal Celso Russomanno postou um vídeo no seu canal no YouTube para desmentir acusações feitas por Davincci Lourenço de Almeida nas redes sociais. Davincci  acusa o deputado de fraudar urnas eletrônicas e de tentar “vender os seus votos para o Haddad”, fazendo referências à última eleição municipal em São Paulo. No final do vídeo Russomanno afirma que tudo o que Davincci falou “é pura mentira”.

Davincci Lourenço de Almeida é o mesmo homem que apareceu na capa da revista IstoÉ e disse que levou uma mala de dinheiro para o ex-presidente Lula, além de fazer acusações na internet contra uma série de empresas, oficiais forças armadas e uma série de outras figuras. No vídeo o deputado Celso Russomanno afirma que Davicci Lourenço de Almeida aparenta “ter um parafuso a menos”, e que “faz denúncias, quer aparecer e foge”.

Russomano fez um boletim de ocorrência e foi iniciada uma investigação por calúnia contra Davincci Lourenço de Almeida. No vídeo, Russomanno diz que a polícia tentou colher depoimento de Davincci em São Carlos (SP), onde ele havia dito que tinha residência, mas não o encontrou. Davincci disse então que morava em Guarulhos (SP) e, no final, a polícia não o encontrou. Russomanno diz que ele fez “chacota” com a polícia e que “foge da polícia”. O resultado do inquérito é que Davincci Lourenço de Almeida foi indiciado indiretamente por calúnia, injúria e difamação.

Davincci Lourenço de Almeida está sendo processado por Lula e pela Vale

Davincci Lourenço de Almeida está sendo processado pelo ex-presidente Lula, pela Vale Fertilizantes, e por uma série de outras pessoas que alegam que ele publica mentiras na internet. Todos afirmam que são histórias inventadas e que Davincci mentiu. Já fizemos alguns posts sobre isso que você pode conferir:

https://davinccialmeida.wordpress.com/2017/06/06/davincci-lourenco-de-almeida-e-processado-pela-vale-fertilizantes/

https://davinccialmeida.wordpress.com/2017/03/27/lula-entra-com-acao-contra-istoe-e-davincci/

Outro detalhe interessante é que Davincci Lourenço de Almeida se faz passar na internet por membro de várias organizações policiais e de segurança. Reparem que no vídeo ele está usando um uniforma da Força Aérea dos EUA. Também já divulgamos algumas postagens sobre isso:

https://davinccialmeida.wordpress.com/2017/03/24/davincci-lourenco-de-almeida-diz-ser-da-marinha-dos-estados-unidos/

https://davinccialmeida.wordpress.com/2017/02/17/davincci-lourenco-de-almeida-posta-foto-com-uniforme-do-fbi-e-pf/

Lula entra com ação contra IstoÉ e Davincci Lourenço de Almeida

 

Via 247 – A defesa do ex-presidente Lula propôs ação de reparação por danos morais contra a Editora Três, Sérgio Pardellas, Germano Oliveira e Davincci Lourenço de Almeida em decorrência da reportagem “Levei mala de dinheiro para Lula”.

Os advogados pedem a condenação solidária dos réus ao pagamento de indenização no valor de R$ 1 milhão. Eles afirmam que o texto é “mentiroso e sensacionalista”, além de haver uma “infame e leviana acusação sobre uma ‘mala de dinheiro’ recebida por Lula em troca de suposta ajuda para a construtora Camargo Corrêa”.

Leia a nota:

Nota

Na condição de advogados do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, propusemos hoje (23/02/2017) ação de reparação por danos morais contra a Editora Três Ltda. (em recuperação judicial), Sérgio Pardellas, Germano Oliveira e Davincci Lourenço de Almeida em decorrência da reportagem “Levei mala de dinheiro para Lula”, texto mentiroso e sensacionalista publicado na IstoÉ (edição nº 2462 de 22/2/2017). A ação pede a condenação solidária dos réus ao pagamento de indenização no valor de R$ 1 milhão.

Os demandados se acumpliciaram para produzir essa infame e leviana acusação sobre uma “mala de dinheiro” recebida por Lula em troca de suposta ajuda para a construtora Camargo Correia “fechar” um contrato com a Petrobras. Tal fato jamais ocorreu. O mais grave é que a reportagem fiou-se na fantasiosa versão de Davincci Lourenço de Almeida, pessoa cujo histórico de vida contempla outros atentados contra a honra alheia.

Cabe registrar que, no período da acusação formulada pelos demandados, Lula não exercia qualquer cargo público e passava por um intenso tratamento de saúde, buscando a cura de um câncer.

IstoÉ foge à responsabilidade de uma imprensa séria, preocupada em apurar a verdade dos fatos. Mais do que isso, afronta os direitos à personalidade que são assegurados a Lula pela Constituição Federal.​

Cristiano Zanin Martins & Roberto Teixeira

Davincci Lourenço de Almeida segundo o blog Tijolaço: “ISTOÉ perde todos os limites e põe alucinado para atacar Lula”

Do blog Tijolaço

O grande furo de reportagem da revista Istoé é um sujeito com toda a pinta de desequilibrado que diz ter levado “uma mala de dinheiro” a Lula na “Morro Vermelho”, uma empresa do grupo Camargo Correa.

Trata-se do cidadão Davincci de Arruda Botelho, que diz ser “sócio de um ex-acionista da Camargo Correa”, morto há cinco anos.

Veja a apresentação da matéria:

O personagem que estampa a capa desta edição de ISTOÉ chama-se Davincci Lourenço de Almeida. Entre 2011 e 2012, ele privou da intimidade da cúpula de uma das maiores empreiteiras do País, a Camargo Corrêa. Participou de reuniões com a presença do então presidente da construtora, Dalton Avancini, acompanhou de perto o cotidiano da família no resort da empresa em Itirapina (SP) e chegou até fixar residência na fazenda da empreiteira situada no interior paulista. A estreitíssima relação fez com que Davincci, um químico sem formação superior(???), fosse destacado por diretores da Camargo para missões especiais. Em entrevista à ISTOÉ, concedida na última semana, Davincci Lourenço de Almeida narrou a mais delicada das tarefas as quais ficou encarregado de assumir em nome de acionistas da Camargo Corrêa: o transporte de uma mala de dinheiro destinada ao ex-presidente Lula. “Levei uma mala de dólares para Lula”, afirmou à ISTOÉ.

Não precisa força-tarefa para se  ter ideia de quem é Davincci Lourenço de Almeida, basta o Youtube.

Aqui você vê o sujeito em cima de um caminhão pedindo intervenção militar, dizendo-se “químico-físico das Forças Armadas” e contando ter sido procurado para “fazer a nanotecnologia das aeronaves do Exército”. Parei aí, mas quem quiser pode ver o resto.

Já aqui, o “delator” da Isto é faz outra grave denúncia: que a dengue e o zika virus são “manipulações” de Dilma Rousseff e apresentando o “seu” mosquito,  “que não é do PT”.

Em outra, o cidadão diz que Celso Russomano é cúmplice da manipulação de urnas eletrônicas.

Pô, Lula, quando você ganhar uma indenização da seríssima “Istoé”, manda alguém fazer uma doação pro Tijolaço, nem que seja um adicional por insalubridade de eu ter assistido essas drogas.

Eu não sei o que acabou primeiro: a inteligência, a decência ou o jornalismo.

Davincci Lourenço de Almeida: o governo trouxe a Zika e a dengue para tirar foco dos “roubos” da presidente Dilma

Veja o vídeo, postado nas redes sociais, em que Davincci Lourenço de Almeida bebe um copo de água parada e suja para provar que Zika e dengue foram “manipuladas” e trazidas propositalmente ao Brasil por razões políticas.

“O meu mosquito não é do PT”, diz Davincci Lourenço de Almeida após beber um copo que diz estar “há mais de 50 dias” com água parada.